Natal

EMEFEM Luiz Joaquim dos Santos
Componente Curricular: Artes
Professora: Luciene Castor Dantas Quintão
Turma: 8.º EJA
Semana 30 – Aula 26 – Dia: 07 / 12 / 2020
Tema: O Natal

O B S E R V A Ç Õ E S:
NÃO precisa copiar o texto no caderno, mas C O P I E os Exercícios para a correção no seu caderno a fim de verificar seus acertos e erros. 
- Não será preciso enviar foto do exercício respondido, pois você deverá respondê-lo no formulário que se encontra nesta postagem. Porém, caso não consiga preencher o formulário e enviar, tire foto do exercício e envie no meu privado.
- Após responder ao questionário, clique em ENVIAR

TEXTO NORTEADOR

O presente de Natal


        Certa vez, um menino acordou em uma véspera de Natal, muito contente, pois uma data muito importante estava para chegar.

        Era o dia do aniversário do menino Jesus, e é lógico, o dia em que o Papai Noel vinha visita-lo todos os anos.

        Esperava ansiosamente o cair da noite, para voltar a dormir e olhar o seu pé de meia que estava frente a porta, pois não tinha árvore de Natal.

        Dormiu muito tarde, para ver se conseguia pegar aquele “velhinho”, mas como o sono era maior do que sua vontade, dormiu profundamente.

        Na manhã de Natal, observou que seu pé de meia não estava lá, e que não havia presente algum em toda a sua casa.

        Seu pai desempregado, com os olhos cheios d’água, observava atentamente ao seu filho, e esperava tomar coragem para falar que o seu sonho não existia, e com muita dor no coração o chama.

         Meu filho, venha cá?

        – Papai?

        – Pois não filho?

       – Papai Noel se esqueceu de mim?

        O pai abraça seu filho...

        – Ele também esqueceu do senhor papai?

        – Não meu filho... o melhor presente que eu poderia ter ganho na vida está em meus braços, e fique tranquilo, pois eu sei que o Papai Noel não esqueceu de você. 

        – Mas... todas as outras crianças vizinhas estão com seus presentes... acho que ele pulou a nossa casa...

        – Pulou não, meu filho...

        Os dois foram caminhando sem rumo, até chegar num parque e ali passearam, brincaram e se divertiram durante o resto do dia, voltando somente no começo da noite.

        Chegando em casa, já muito cansado, o menino foi para o seu quarto, e escreveu um bilhete para o Papai Noel:

        “Querido Papai Noel,

        Quero agradecer o presente que o senhor me deu. Desejo que todos os Natais que eu passe, faça com que meu pai esqueça de seus problemas, e que ele possa se distrair comigo, passando uma tarde maravilhosa como a de hoje.

        Obrigado pela minha vida, pois descobri que não são os brinquedos que me fazem feliz, e sim, com o verdadeiro sentimento que está dentro de nós, que o senhor desperta nos Natais.

        Obrigado.”

        ... e foi dormir...

        Entrando no quarto para dar boa-noite ao seu filho, o pai viu o bilhete, e a partir desse dia, não deixou que os seus problemas afetassem a felicidade dele, e começou a fazer que todo dia fosse um Natal para ambos.

EXERCÍCIOS SOBRE O NATAL
Entrega até o dia 14 / 12 / 2020 

Responda ao questionário e não esqueça de clicar em ENVIAR:
Bons estudos